terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Jesus pode mudar seu ano de 2010!

Este video foi produzido pela Igreja Sal da Terra em Uberlândia.Todos que nele participam são membros dela. Alguns de vocês devem lembrar-se do Arthur. Ele é sobrinho da Betânia Pirola e por um tempo oramos por ele aqui na Reviver. Deus atendeu nossas orações, ele foi curado e participa deste vídeo.

Deus é assim. Muda, transforma, cura, restaura.

Fica aqui com este vídeo, o nosso desejo para sua vida seja transformada por este JESUS que TUDO pode.

Feliz Natal!

( Betânia Pirola directo de Uberlândia, Brasil. Ah! E com saudades de cada um de vocês!)

O Arthur é o japonês que esta com o pai no vídeo



quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Uma imagem vale mais do que mil palavras...




Aqui ficam as imagens do workshop de decoração de Natal, que teve lugar no passado dia 28 de Novembro. Que estas imagens possam inspirar as decorações natalícias de quem não pôde lá estar e também entusiasmar essas mesmas mulheres a estarem presentes em próximos encontros.

domingo, 6 de dezembro de 2009



Esta notícia vem já com uma semana de atraso mas nunca é tarde para anunciarmos o lançamento deste belo livro com as mensagens da nossa querida Sarah Catarino, mensagens extraídas do quadro «Conversas da Alma», transmitidas no programa de rádio Mulheres de Esperança do Projecto Ana da Rádio Transmundial. O livro foi apresentado no passado Domingo, dia 29 de Novembro, na Igreja Reviver em Santo António dos Cavaleiros. Vale a pena lê-lo e é também uma excelente prenda de Natal. Aqui fica o testemunho da Florbela Fernandes, que já teve o privilégio de o ler: «Adquiri o livro da Sarah Catarino e, como sempre faço, dou uma vista de olhos ao que está escrito na contracapa e um pouco por entre as páginas. Foi por entre elas que encontrei um vasto leque de temas que acabam por fazer parte do nosso dia-a-dia. Uns mais polémicos - suicídio, drogas, anorexia - outros que, pela sua importância, não poderiam deixar de ser mencionados - família, doença, divórcio, amor, fé, Deus. É um livro de fácil leitura e o seu conteúdo deixa-nos a pensar...a conversar com a alma! Boa leitura.»
Fica o convite à leitura e, quem pretender adquirir este livro e não souber como, pode deixar ficar uma mensagem nos comentários com um contacto.

sábado, 5 de dezembro de 2009

Desafio urgente!!!!

Queremos oferecer um cachecol bem quentinho a cada uma das mulheres do Estabelecimento Prisional de Odemira, como miminho de Natal. Se todas contribuirmos com um, rapidamente conseguiremos o número de cachecóis necessário. Mas temos pouco tempo! Vamos tricotar ou comprar um cachecol até terça-feira, dia 8 de Dezembro, e entregar à Lara Serôdio. Quem não souber como a encontrar, pode deixar aqui um comentário com o seu contacto.

terça-feira, 10 de novembro de 2009

Nossas mulheres em acção!


Tudo começou com um sonho!

Um sonho de levar a arte para a prisão.

“Uma grande e eficaz porta se nos abriu…”

Nos primeiros tempos em Boavista dos Pinheiros, logo se entrou em contacto com o estabelecimento Prisional de Odemira, nomeadamente com a Dra. Piedade, responsável pela área de educação das reclusas. Boas vindas muito sorridentes, uma frase tão receptiva ao novo trabalho, “ERA TUDO O QUE PRECISÁVAMOS”…

Aquele lugar tão frio, triste e sombrio, dava-nos grande esperança: um projecto onde as reclusas iriam receber educação informal e um trabalho que conta para o seu bom comportamento. Saímos dali (Cíntia e Júnior) sentindo uma recepção calorosa, com olhos no futuro e agradecendo a Deus pela ABA, o braço importantíssimo que a igreja Reviver possui.

O Pr. Ruben Pirola, contribuiu com os seus dons de escrita e elaborou o projecto. Projecto de teatro sócio-educativo. Esperámos e foi aprovado pelo Órgão responsável das prisões. Rapidamente recebemos a notícia que poderíamos iniciar o trabalho.

Reuniram-se as três: Betânia, Cíntia e Miriam, amigas e irmãs que tinham tudo em comum, o sonho, a técnica, a experiência e acima de tudo, uma grande vontade que as compelia a ir rumo ao desconhecido. Sentaram-se e planearam como iniciar o projecto… fizeram agenda e é de aplaudir que tanto a Betânia como a Miriam separaram um dia das suas vidas para esse projecto.

Chegou então o grande dia e começámos a todo o vapor: uma reunião com a Dra. Piedade e logo em seguida conhecemos as 12 novas alunas, mulheres com um olhar profundo, rostos marcados pela dor e sofrimento…

A Cíntia começou por apresentar o projecto de teatro sócio-educativo “ As personagens à procura de um palco”, dando a conhecer a ABA, uma associação cristã, afirmando estar ali para darem formação embora que não pudessem fugir dos valores cristãos em que criam. Convidámo-las a engravidar de sonhos, a sonharmos junto com elas.

A Betânia também ao apresentar-se contou um pouco da sua experiência em teatro, e que seria uma das formadoras.

Miriam fez o mesmo, e deixou-as bem à vontade, falou um pouco do projecto que iríamos iniciar, fez uma dinâmica de grupo, a qual foi bem recebida.

A formação começou oficialmente no dia 8 de Outubro de 2009. Entramos pelas portas do presídio, duas guardas à frente e atrás, parecia uma cena de filme, camaratas, crianças com suas mães… Um misto de emoções, até que chegamos à biblioteca, onde começou um novo mundo para aquelas mulheres. Pareciam beber tudo o que era ensinado, participavam, perguntavam...Olhávamos para aquelas mulheres e pensávamos como elas dependem tanto da graça de Deus, quanto nós todos dependemos!

Este é um incentivo do Centro Comunitário Reviver, ABA, Rádio Transmundial e uma grande oportunidade para todos nós, Igreja Reviver. E há muito mais ainda a sonhar dentro deste grande desafio! A porta é mesmo grande! Entremos por ela com acções de graças, porque até aqui nos ajudou o Senhor!

Seja um intercessor desta obra.

(Extraído do Blog da Cintia. Passe por lá, vale a pena!!http://cintiaabrantes.blogspot.com/

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Intimidade


No passado Sábado, dia 10 de Outubro, houve mais um dia especial da Rede de Mulheres Reviver. Um dia para mulheres especiais, para mulheres que sabem o que é bom. Falou-se de intimidade e todas tiveram a oportunidade de partilhar experiências, sempre enriquecedoras. Intimidade na família, intimidade com os amigos, intimidade no trabalho, e, acima de tudo intimidade com Deus. Intimidade é conhecer o outro profundamente. Assim é a intimidade com Deus. É conhecê-lo profundamente. Mas para isso é preciso passar tempo com Deus. Intimidade é para os que temem ao Senhor ("A intimidade do Senhor é para os que o temem, aos quais ele fará conhecer a sua aliança" Salmos 25:.14), pois o temor é o primeiro passo para ter acesso à intimidade do Senhor, aos segredos do Seu coração.
(Lara Dias)

domingo, 4 de outubro de 2009

Estamos de volta!!

Estivemos ausentes por um tempo por motivos totalmente alheios a nossa vontade. Um problema com nosso "username" que hoje foi resolvido.
Que bom! As saudades eram muitas!! Mas o importante é que aqui estamos!
Amanhá teremos novidades por aqui, enquanto isto fique com este texto do C.S. Lewis que extraí do blog www.rubinhopirola.com.




Sexo e Chocolate
por C. S. Lewis*


A letra e o espírito das Escrituras, e de todo o cristianismo, nos proíbem de supor que a vida na nova criação será sexuada; e isso reduz nossa imaginação a duas alternativas embaraçosas: corpos dificilmente reconhecíveis como humanos, ou um jejum perpétuo.


Com relação ao jejum, penso que nossas atuais perspectivas sejam como as de uma criança que, se lhe contam que o ato sexual representa o mais elevado prazer físico, pergunta prontamente se é possível comer chocolate ao mesmo tempo.


Ao receber uma resposta negativa, quem sabe ela passe a associar a sexualidade basicamente à ausência de chocolate. Seria inútil tentar lhe explicar que, em seu êxtase sexual, os amantes não estão interessados em chocolate, pois têm algo melhor em que pensar.


O menino conhece bem o chocolate, mas nada de positivo que possa excluí-lo. A nossa situação é a mesma. Conhecemos a vida sexual; não conhecemos, exceto por vislumbres, aquilo que, no céu, não deixará espaço para ela. Assim, onde a plenitude nos aguarda, antecipamos o jejum.


Negar que a vida sexual, como a entendemos agora, possa fazer parte da bem-aventurança final, não é necessariamente supor que a distinção entre os sexos irá desaparecer. Supõe-se que tudo que não for mais necessário para propósitos biológicos talvez sobreviva por seu esplendor.


A sexualidade é o instrumento tanto da virgindade como da virtude conjugal; nem homens, nem mulheres terão de lançar fora as armas que vinham empregando com sucesso.


Só os derrotados e fugitivos têm de lançar fora as suas espadas. Os vitoriosos desembainham as suas e as mantêm erguidas.


“Além-do-sexual” seria um termo melhor do que “assexuada” para a vida no céu.

* "Um ano com C.S.Lewis" - Ed. Ultimato

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

terça-feira, 8 de setembro de 2009

"Eu só posso imaginar"

E o tempo de comunhão foi assim...



(clique na imagem para ampliar)

As férias estão quase no fim e pouco a pouco a comunidade volta ao normal. No domingo passado as crianças recomeçaram suas atividades na Escola Dominical e no nosso culto a casa estava quase lotada. Bom rever os amigos e nos animarmos para mais uma temporada que sabemos, sera muito abençoada.
Neste domingo a boa palavra foi trazida pelo pastor Tito.
Ele nos levou a meditar no texto de Lucas 18:18
Fomos levados a pensar que só podemos ultrapassar as nossas incapacidades através de Jesus.
Confessando a Ele cada uma delas.
Rendendo-nos a Ele.
O que falta para que você diga: - Esta consumado! ?
Pense. Fale com Deus e deixe que Ele ajuda você a sarar todas as suas incapacidades. Ele pode fazê-lo.
Sabe porquê?
Porque lá na cruz, ao se entregar por nós, tudo foi consumado. TUDO!
Nada mais depende de nós.
Depende d´Ele. É graça.
A nós resta crer, querer e deixar Ele agir.
Para Deus é possível. Creia. E quando vier o desejo de agir por você, renda-se mais uma vez, é simples. É graça! ( para ouvir na íntegra adquira o CD na livraria)
E a festa não parou por aí...
Tivemos a nossa Ceia do Senhor, oramos por Rubinho que nesta terça, dia 08 viaja para os US, pela Sarah e Fernanda que vão para a Polônia dia 10, louvamos a Deus pela mais nova aquisição, a Céu Tavares, que agora esta a prestar serviços no escritório da igreja.
Além do presente que o Paulo Baguet nos deu ao cantar " Eu posso Imaginar" , um momento de muita gratidão a Deus.
È isto o que acontece quando estamos dispostos a estar na presença do Pai e na comunhão dos irmãos.
Domingo que vem, dia 13 pastor Flavio Guaratto vai estar conosco.
Esperamos por você.



quinta-feira, 3 de setembro de 2009



Mais que Vencedor
Wolô (*)



É costume humano bem antigo, classificar as pessoas em vencedores e perdedores. Os critérios são bem conhecidos. Jesus Cristo certamente seria considerado um grande perdedor segundo eles.

O que grande parte da humanidade desconhece é que existe uma outra categoria de pessoas. São os Mais que Vencedores.

O apóstolo Paulo em sua carta aos Romanos, capítulo 8, versículo 37 diz:

Mas em todas estas coisas somos mais que vencedores, por aquele que nos amou.

Quais seriam estas coisas?

Nos versículos anteriores Paulo apresenta uma lista delas. Surpreendentemente, aos critérios dos olhares mortais, são perdas.

1. As perdas que Paulo sofreu:


Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós. Quem nos separará do amor de Cristo? A tribulação, ou a angústia, ou a perseguição, ou a fome, ou a nudez, ou o perigo, ou a espada? Como está escrito: Por amor de ti somos entregues à morte todo o dia; Somos reputados como ovelhas para o matadouro. Romanos 8:33-36

• Acusação
• Condenação
• Tribulação
• Angústia
• Perseguição
• Fome
• Nudez
• Perigo
• Espada
• Ser entregue à morte todo o dia
• Ser considerado como ovelha para o matadouro


Só perdas, mas com uma diferença essencial em relação às perdas comuns: são todas por aquele que nos amou (Jesus).

Assim, aqueles que como Paulo e tantos fiéis seguidores, foram considerados dignos de sofrer perdas a favor de Jesus, são chamados na Palavra de Deus de Mais que Vencedores.

2. Outras perdas mencionadas por Jesus

Mas, e Jesus Cristo, o maior dos perdedores, segundo os critérios deste mundo, uma vez que nada conseguiu para si mesmo – nem bens, nem poder, nem glória – havendo morrido de forma ignóbil e em completa solidão; e Jesus, o que teria a dizer acerca dos Mais que vencedores?

Jesus comparou duas situações distintas atribuindo a cada uma delas diferentes galardões: o galardão dos olhos mortais e o galardão do olhar do Pai.

Ele, ao ensinar no chamado Sermão do Monte, as profundezas da vontade do Pai para os seus filhos, discorreu sobre três perdas de galardão humano, recompensadas publicamente pelo Pai.

• Ajudar a algum necessitado e ninguém ficar sabendo

Quando, pois, deres esmola, não faças tocar trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas, quando tu deres esmola, não saiba a tua mão esquerda o que faz a tua direita; Para que a tua esmola seja dada em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, ele mesmo te recompensará publicamente. Mateus 6:2-4

• Orar e ninguém ficar sabendo

E, quando orares, não sejas como os hipócritas; pois se comprazem em orar em pé nas sinagogas, e às esquinas das ruas, para serem vistos pelos homens. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. Mateus 6:5-6

• Jejuar e ninguém ficar sabendo

E, quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas; porque desfiguram os seus rostos, para que aos homens pareça que jejuam. Em verdade vos digo que já receberam o seu galardão. Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça, e lava o teu rosto, Para não pareceres aos homens que jejuas, mas a teu Pai, que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. Mateus 6:16-18

Acredito que, seja ao acudir alguém mais necessitado, seja ao orar por alguém ou alguma causa santa,ou até ao jejuar em algum bom combate, não é o reconhecimento humano que o fiel procura. Ao socorrer alguém, com o que o Pai lhe deu para bem cuidar, é a misericórdia que prevalece. Ao orar, praticamente em todos os casos, é amor o cerne do movimento. Ao jejuar, é um espírito contrito, em luta nas regiões celestiais, intercedendo em situações de alto risco ou desespero.

Pois Jesus repete três vezes: E o Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente.

Que recompensa pública seria essa?

Pessoalmente, não acredito que sejam recompensas associadas aos vencedores segundo critérios terrenos. Não acredito que sejam bens, poderes terrenos ou similares.

Esse não é o bem mais precioso derivado dos momentos de compartilhar, orar e jejuar. Bens desse tipo não combinam com a resposta que Paulo recebeu após pedir, por três vezes, que o espinho de sua carne fosse tirado.

- A minha graça te basta; foi a resposta do Pai para ele.

Graça, penso eu, é a recompensa dada a todo aquele que aceita perder algo por aquele que o amou.

Tente se lembrar de algum momento em sua vida no qual você sofreu alguma perda em nome de Jesus. Pode ser na modalidade de provações a que Paulo se referiu, ou de perdas de glória humana, conforme o ensino de Jesus.

Tenho certeza que hoje, você pode fechar os olhos, e ao perceber a beleza do que houve, uma onda de graça celestial abençoa a sua alma.

Outros nomes são atribuídos a essa preciosa sensação.

Pedro a nomeia como o Espírito da glória e de Deus:

Mas alegrai-vos no fato de serdes participantes das aflições de Cristo, para que também na revelação da sua glória vos regozijeis e alegreis. Se pelo nome de Cristo sois vituperados, bem-aventurados sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado. I Pedro 4:13-14

Paulo a designa como peso eterno de glória.

Por isso não desfalecemos; mas, ainda que o nosso homem exterior se corrompa, o interior, contudo, se renova de dia em dia. Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente; Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que se não vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas. II Coríntios 4:16-18

O que é patente nas manifestações dos que sofreram, e sofrem, este tipo de perdas?

São todas por aquele que nos amou.

E os dois significados dessa expressão parecem válidos.

Essas perdas só se tornaram possíveis, por meio daquele que nos amou cujo amor nos constrangeu a agir segundo a sua Palavra; e essas perdas, sem a menor intenção de vaidade ou vanglória própria, foram a favor daquele que nos amou e de seu reino.

Por isso irmãos, sejamos realistas, não ufanistas.

A graça, o Espírito, a glória que repousa sobre o coração dos que foram considerados dignos de sofrer perdas por Jesus e seu evangelho, é o que os torna Mais que Vencedores.

Que o Senhor nos considere dignos desse privilégio.

Em nome de Jesus, Amém.

***
(*) Wolodymir Boruszewski (Wolô), Engenheiro Aeronáutico, DSc em Estruturas e Mecânica dos Sólidos, presbítero da Comunidade de Jesus, São Paulo, Pesquisador da Vale Soluções em Energia na área de Turbo-geradores. Compositor de música cristã, com 4 trabalhos gravados (conheça aqui).

(Extraído do blog www.genizahvirtual.com)

domingo, 30 de agosto de 2009

Deus esta bordando você!


Quando eu era pequeno, minha mãe costurava muito. Eu me sentava no chão, olhava e perguntava o que ela estava fazendo. Respondia que estava bordando.

Todo dia era a mesma pergunta e a mesma resposta. Observava seu trabalho de uma posição abaixo de onde ela se encontrava sentada, e repetia: "Mãe, o que a senhora está fazendo?" Acontece que, visto de baixo, o que ela fazia me parecia muito estranho e confuso. Era um amontoado de nós e fios de cores diferentes, compridos, curtos, uns grossos e outros finos.

Eu não entendia nada. Ela sorria, olhava para baixo e gentilmente me explicava: "Filho, saia um pouco para brincar e quando terminar meu trabalho eu chamo você e o coloco sentado em meu colo. Deixarei que veja o trabalho daqui de cima. Mas eu continuava a me perguntar lá de baixo: "Por que ela usa alguns fios de cores escuras e outros claros?" "Por que me parecem tão desordenados e embaraçados?" "Por que estão cheios de pontas e nós?" "Por que não tinham ainda uma forma definida?" "Por que demorava tanto para fazer aquilo?"

Um dia, quando eu estava brincando no quintal, ela me chamou: "Filho, venha aqui e sente em meu colo." Eu sentei no colo dela e me surpreendi ao ver o bordado. Não podia crer! Lá de baixo parecia tão confuso, mas agora, vendo-o da perspectiva de minha mãe, aquelas linhas estranhas formavam uma paisagem maravilhosa! Então ela me disse: "Filho, de baixo parecia estranho e complicado, mas agora, vendo-o de cima, você pode entender o que eu estava fazendo."

Muitas vezes, ao longo dos anos, tenho olhado para o céu e dito: "Pai, o que estás fazendo?" Ele parece responder: "Estou bordando a sua vida, filho." E eu continuo perguntando: "Mas está tudo tão confuso...Pai, tudo em desordem. Há muitos nós, fatos ruins que não terminam e coisas boas que passam rápido. Os fios são tão escuros. Por que não são mais brilhantes?" O Pai parece me dizer: "Meu filho, ocupe-se com seu trabalho, descontraia-se, confie em mim... eu farei o meu trabalho. Um dia, colocarei você em meu colo e então vai ver o plano da sua vida daqui de cima."

Talvez você não entenda o que está acontecendo em sua vida. As coisas são confusas, não se encaixam e parece que nada dá certo. É que você está vendo o lado avesso. Mas fique tranquilo: Do outro lado, Deus está bordando a sua vida.


***
Fonte: Bruno Vox
(Extraído do Blog http://www.genizahvirtual.com/)

domingo, 19 de julho de 2009

Esta de pé? Cuide para não cair...


Palavras da Sarah em seu blog do dia 13 de Julho de 2009. Se você não passou por lá, leia aqui!

Se passou, leia novamente, Deus vai falar com você de uma maneira doce e suave como Ele sempe faz, pois nos ama incondicionalmente!




"Às vezes acho que me “espalho ao comprido” quando afirmo certas coisas e vejo as pessoas me olharem como se fosse um ET!Mas literalmente, espalhei-me no terraço da minha casa. A correr. Tropecei numa mangueira das regas e lá vou eu, lançada em alta velocidade, 72 quilos maciços, sem apelo nem agravo. Quero dizer, sem apelo, porque o agravo foi grande. Estou tentando ver-me livre das muitas “negras”, mas o problema maior foram as imensas dores que ficaram e que não me deixam dormir...Estou a contar-vos isto, porque a queda levou-me a reflectir em coisas mais profundas. A Bíblia diz que “aquele que está em pé, olhe, não caia!”. O meu querido marido ao levantar-me, na sua aflição, só dizia: “Amor, como é que cais desta maneira?”Queda é queda, bolas! Alguém quer cair? Quem está no chão já não cai...Quero eu dizer que há tantas coisas no nosso percurso espiritual e no nosso caminhar como filhos de Deus, que nos atrapalham, que estão fora do lugar, que são um perigo na nossa corrida cristã e nem sempre as vemos, outras ignoramos e outras ainda achamos (como aconteceu comigo...) que conseguimos passar por cima sem nos machucarmos. Há um alerta da Palavra para termos cuidado com as quedas. Elas provocam traumas, hematomas, cortes e até fracturas na nossa alma. A corrida que nos está proposta, tem que ser feita com paciência, sem olhar para os lados, mas para Jesus, pioneiro e consumador da nossa fé. Distrair-nos na corrida, pode ser fatal. Eu quero chegar ao fim da minha, cansada, mas inteira. O cansaço, esse resolve-se, quando cair nos braços de Jesus."




Nosso desejo, da rede de Mulheres, é que você caia directamente nos braços de Jesus, que é nosso Pai, que nos ama e que sempre nos dá o melhor da maneira que Ele quer!

terça-feira, 14 de julho de 2009

Véus debaixo do sol


Estou no Marrocos.
Tempo tranquilo, sol, mar, e uma cultura diferente para explorar.
Como mulher, ocidental, livre, não posso deixar de observar a mulher ao meu lado, totalmente coberta, debaixo de um sol abrasador e ao pé de uma piscina convidativa. Debaixo de toda aquela roupa, do véu, das obrigações religiosas (e até da opressão plausível que vem de fora, dos lideres, do marido e do julgamento social) está ali alguém como eu em essência: vaidosa, amante da vida, cheia de sonhos e de planos. Merecedora também de toda a minha compaixão. Não posso deixar também de me perguntar, quantas de nós, no nosso mundo "livre", sem tantos véus visíveis, não somos tão iguais a essa minha nova amiga marroquina?
( Pequeno testemunho de Betânia Pirola em férias no Marrocos e já com muita saudade de vocês)

sábado, 11 de julho de 2009

Ester chegou!


No mês de Junho estudamos o livro de Rute. Agora chegou a vez de Ester.
Este é um livro da Bíblia extremamente fascinante, por uma particularidade: não menciona o nome de Deus!
Mas à medida que o lemos, devagar, atentamente, reparamos como Deus está no cenário e na trama desta história singular. Convidamo-la a mais uma aventura bíblica. Estude e descubra!

CURIOSIDADE: 160 mulheres na Bíblia fizeram coisas extraordinárias, em tempos dominados pelos homens. Ester foi uma delas.
O livro tem o nome da personagem principal. Foi também chamado o livro de Mardoqueu, uma outra personagem importante nesta história. Embora outros livros da Escritura não sejam lidos nas sinagogas, não acontece o mesmo com este. É um livro sagrado extremamente amado pelo povo judeu.
A história resume-se a 10 ou 11 anos no máximo, desde o terceiro ano deste rei persa, ao 12º do seu reinado (Est 1:3)

Aproveite o estudo, (que já esta aí no lado esquerdo do blog!) e nos escreva a dizer se esta a gostar dos estudos.

Boa leitura!

Amanhã é dia de festa!


Mais uma semana se foi...e amanhã que tal estar na presença dos irmãos, agradecer a Deus pelo cuidado da semana, pela vida que Ele tem nos dado. Que tal um tempo para louva-Lo, para simplesmente dizer: Obrigada Pai por tanto amor e graça derramada sobre minha vida nesta semana que passou e renova em mim a alegria de ser tua filha. Venha para ter um tempo alegre, de gratidão e de comunhão com pessoas que amamos. Deixe a "religiosidade" o "ter que vir por vir", a "obrigação", e sabe que, as vezes, temos aquele medo meio que camuflado, "se eu não for algo mal irá me suceder". Venha por um motivo maior, venha simplesmente porque ama a Deus, e por querer conhece-Lo mais e mais.
A palavra de Deus para nós amanhã vira pela boca da Sarah. Que Deus a use para falar aos nossos corações. Lembrem-se nossa reunião começa ás 10hs!
Para aqueles que estão em férias, que Deus os abençoe e que voltem renovados!!
Um bom e abençoado domingo pra vocês!

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Educar e disciplinar nossas crianças!


A cada dia mais é assustador a postura de alguns pais em relação a educação das nossas crianças. Vemos uma total falta de limites e muitas vezes nos vemos na presença de "pequenos ditadores", crianças que mandam, impoem e forçam sua vontade, deixando os pais impotentes por simplesmente não saberem o que fazer e como fazer, e em muitos casos o assunto é deixado de lado pois mudar a nossa atitude, como pais e educadores seria muito exigente, levaria a uma mudança de mentalidade, levaria a um compromisso em primeiro lugar disciplinar a nós mesmos.
Não podemos estar passivos e nos conformar.

"...Ninguém educa ninguém. Ninguém se educa sozinho. Os homens se educam em comunhão, mediados pela realidade. (Freyre, apud Vasconcellos 1981, p. 79)

"Educa a criança nos caminhos que ela deve andar e ate quando envelhecer não se desviará dele." Prov.22:6

Ao lado esquerdo do blog esta uma entrevista com Dr. Aldo Naouri- renomado pediatra francês
Em seu livro: Educar os Filhos: Uma Urgência nos Dias Que Correm, ele defende uma educação sem relações democráticas.
Vale a pena ler e comentar. Esperamos por você para uma discussão saudável sobre o assunto.
Boa leitura!

Raquel ao Violino!

video

Ontem foi dia de festa e comunhão!

O sermão de ontem foi sobre Perdão. Tema difícil. Sempre actual. Nunca esgotado. Abordagem veemente e esclarecedora. O Filho de Deus falou tanto sobre isso...até nos ensinou a orar: “...e perdoa-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido”.( Palavras de Sarah Catarino em seu blog de ontem!)

Ok...você esta perdoado por não ter participado da festa! Quer saber mais? Encomende seu CD e siga a perdoar! Vale a pena. Na frase de Desmond Tutu: " Sem perdão não há futuro". Tivemos um momento delicioso onde repartimos a ceia e para completar um presente nos dado pela pequena Raquel ao violino...
(Vejam acima o video da Raquel a tocar)

E depois desta festa linda ainda tivemos um almoço com a malta que esta a chegar na comunidade...Queridos, sejam mais que bem vindos e que Deus possa nos fazer cada dia mais família uns para com os outros. (As fotos não estão muito boas, pois foram feitas pelo telemóvel...mas vale pela lembrança!)








È isto. Como a palavra de Deus nos diz a benção de Deus esta ondes estamos reunidos!

Uma abençoada semana para vocês, e até a próxima festa que sera Domingo, dia 12.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Ester vem aí!


Estudamos no mês de Junho o livro de Rute.Esperamos que tenha sido bom para sua vida. Que tal escrever-nos e dizer o que achou, qual a aplicação para sua vida, faça isto. Estamos a espera.
Semana que vem começaremos a estudar Ester.
Até lá!

domingo, 28 de junho de 2009

Que tal um passeio no Parque Discovery?


O verão esta aí! As crianças estão de férias e o que vais fazer para distraí-las??
Hoje queremos dar-te uma sugestão de passeio. Fomos conhecer o Parque Discovery que fica em Mafra.
Um lugar deliciosos que vale a pena pegar nos miúdos e rumar para lá, e viver uma grande aventura visitando o museu e o Planetário.



Em meio a natureza seu filho vai aprender mais sobre a criação.








Aqui um passeio pela Gruta de Quram onde foram encontrados os manuscritos do Mar Morto em 1947.

Saiba mais em:
www.discovery.pt

Ou telefone e marque sua visita:
261 813 963
968 033 984

Nota da redação:
Nosso agradecimento a Charles e Esther que nos receberam com carinho, além de um delicoso chá com bolo de alperce!!

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Que Deus nos ensine a contar os nossos dias...


A MORTE DO "REI"

Acordámos hoje com a notícia da morte de Michael Jackson. Embora nunca tenha sido admiradora do cantor, como muita gente, reconheço o seu carisma em palco.
Gostava apenas de citar o que disse o porta-voz de Jackson, Michael Levine. Afirmou "não estar surpreendido" pela morte do cantor. "Devo confessar que não fiquei surpreendido pela notícia trágica de hoje", indicou numa mensagem de correio electrónico.
"O Michael seguiu um caminho incrivelmente difícil e muitas vezes de autodestruição. O seu talento era indiscutível mas o seu desconforto relativamente às regras deste Mundo também o era. Um ser humano não pode suportar tal nível de stress", acrescentou.
Perante este comentário, veio à minha mente as palavras do Homem de Nazaré da Galileia: O que aproveitará ao homem ganhar o mundo inteiro se perder a sua alma?
Estou triste pelo que Michael Jackson perdeu...


(Extraído do Blog de Sarah Catarino)

terça-feira, 23 de junho de 2009

Casados pra sempre!

O texto abaixo foi escrito por:
"Stephen Kanitz, consultor de empresas e conferencista, vem realizando seminários em grandes empresas no Brasil e no exterior. Já realizou mais de 500 palestras nos últimos 10 anos.
Mestre em Administração de Empresas pela Harvard University, foi professor Titular da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo.
Criador do Prêmio Bem Eficiente para entidades sem fins lucrativos e do site www.voluntarios.com.br.
Criador de Melhores e Maiores da Revista Exame, avaliou até 1995 as 1000 maiores empresas do país.
Sua experiência como consultor lhe rendeu vários prêmios: Prêmio ABAMEC Analista Financeiro do Ano, Prêmio JABUTI 1995 - Câmara Brasileira do Livro e o Prêmio ANEFAC.
Articulista da Revista Veja."


Como podem ver pelo CV de Stephen, ele entende muito de contractos e ao ler algumas matérias dele em seu site me deparei com esta que acho que vale a pena ser lida.
Leiam e medite em como esta a andar seu "contrato".
Amanhã publico outra dele para complementar o assunto.

Boa leitura!





O Contrato de Casamento

Na semana passada comemorei trinta anos de casamento. Recebemos dezenas de congratulações de nossos amigos, alguns com o seguinte adendo assustador: "Coisa rara hoje em dia". De fato, 40% de meus amigos de infância já se separaram, e o filme ainda nem terminou. Pelo jeito, estamos nos esquecendo da essência do contrato de casamento, que é a promessa de amar o outro para sempre.

Muitos casais no altar acreditam que estão prometendo amar um ao outro enquanto o casamento durar. Mas isso não é um contrato.
Recentemente, vi um filme em que o mocinho terminava o namoro dizendo "vou sempre amar você", como se fosse um prêmio de consolação. Banalizamos a frase mais importante do casamento. Hoje, promete-se amar o cônjuge até o dia em que alguém mais interessante apareça. "Eu amarei você para sempre" deixou de ser uma promessa social e passou a ser simplesmente uma frase dita para enganar o outro.

Contratos, inclusive os de casamento, são realizados justamente porque o futuro é incerto e imprevisível. Antigamente, os casamentos eram feitos aos 20 anos de idade, depois de uns três anos de namoro. A chance de você encontrar sua alma gêmea nesse curto período de pesquisa era de somente 10%, enquanto 90% das mulheres e homens de sua vida você iria conhecer provavelmente já depois de casado. Estatisticamente, o homem ou a mulher "ideal" para você aparecerá somente, de fato, depois do casamento, não antes. Isso significa que provavelmente seu "verdadeiro amor" estará no grupo que você ainda não conhece, e não no grupinho de cerca de noventa amigos da adolescência, do qual saiu seu par. E aí, o que fazer? Pedir divórcio, separar-se também dos filhos, só porque deu azar? O contrato de casamento foi feito para resolver justamente esse problema. Nunca temos na vida todas as informações necessárias para tomar as decisões corretas.

As promessas e os contratos preenchem essa lacuna, preenchem essa incerteza, sem a qual ficaríamos todos paralisados à espera de mais informação. Quando você promete amar alguém para sempre, está prometendo o seguinte: "Eu sei que nós dois somos jovens e que vamos viver até os 80 anos de idade. Sei que fatalmente encontrarei dezenas de mulheres mais bonitas e mais inteligentes que você ao longo de minha vida e que você encontrará dezenas de homens mais bonitos e mais inteligentes que eu. É justamente por isso que prometo amar você para sempre e abrir mão desde já dessas dezenas de oportunidades conjugais que surgirão em meu futuro. Não quero ficar morrendo de ciúme cada vez que você conversar com um homem sensual nem ficar preocupado com o futuro de nosso relacionamento. Nem você vai querer ficar preocupada cada vez que eu conversar com uma mulher provocante. Prometo amar você para sempre, para que possamos nos casar e viver em harmonia". Homens e mulheres que conheceram alguém "melhor" e acham agora que cometeram enorme erro quando se casaram com o atual cônjuge esqueceram a premissa básica e o espírito do contrato de casamento.

O objetivo do casamento não é escolher o melhor par possível mundo afora, mas construir o melhor relacionamento possível com quem você prometeu amar para sempre. Um dia vocês terão filhos e ao colocá-los na cama dirão a mesma frase: que irão amá-los para sempre. Não conheço pais que pensam em trocar os filhos pelos filhos mais comportados do vizinho. Não conheço filho que aceite, de início, a separação dos pais e, quando estes se separam, não sonhe com a reconciliação da família. Nem conheço filho que queira trocar os pais por outros "melhores". Eles aprendem a conviver com os pais que têm.

Casamento é o compromisso de aprender a resolver as brigas e as rusgas do dia-a-dia de forma construtiva, o que muitos casais não aprendem, e alguns nem tentam aprender. Obviamente, se sua esposa se transformou numa megera ou seu marido num monstro, ou se fizeram propaganda enganosa, a situação muda, e num próximo artigo falarei sobre esse assunto. Para aqueles que querem ter vantagem em tudo na vida, talvez a saída seja postergar o casamento até os 80 anos. Aí, você terá certeza de tudo.

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Para pensar!



Cartun de Rubinho Pirola

terça-feira, 16 de junho de 2009

Leia este diálogo, e perdoe, perdoe, perdoe e peça perdão!




De perdão em perdão
por Ariovaldo Ramos


Jo 4.13-26 – O diálogo! – Uma leitura!

Jesus:
Eu sei que esse poço de Jacó é, em si, um milagre, mas quem beber dessa água tornará a ter sede, já, quem beber da água que lhe estou oferecendo, nunca mais terá sede. Essa água se tornará uma fonte, em si, a jorrar pela eternidade afora.

Samaritana: Me dá dessa água para que eu não tenha de vir mais aqui buscá-la. Ainda mais debaixo deste sol escaldante.

Ela estava com algum problema com sua comunidade e, por isso, não podia ir com as demais mulheres a buscar água, daí, tinha de vir no horário do almoço.

Parece que ela desconfiava de que Jesus, de fato, estava falando de algo, talvez de cunho espiritual. Sua pergunta forçava Jesus a deixar claro o que quer que fosse.

Jesus: Vá buscar o seu marido e volte, que eu lhe falo.

A impressão primeira é a de que Jesus está usando a lógica dos rabinos, de que só se pode comunicar a Palavra para os homens.

Parece, mas não o é, porque se esse raciocínio tivesse preponderado, nenhum diálogo haveria, desde o começo.

Samaritana:
Eu não tenho marido.

Ao dizer isso, a mulher coloca Jesus numa situação critica: é como se ela lhe tivesse respondido – não tenho marido, se quiser falar comigo, tem de ser desse jeito mesmo.

E aí se revela a intenção de Jesus, a de manifestar-se.

Jesus:
Você está certa, você já teve cinco maridos, mas este, com quem agora vive, não é seu marido. Você disse a verdade!

Samaritana: Vejo que você é profeta. Nossos pais disseram que deveríamos adorar a Deus neste lugar, e vocês dizem que devemos adorar em Jerusalém.

Tem-se a impressão de que ela está mudando de assunto, mas ela não o está. No contexto da época, adorar era ir até o Templo para oferecer um sacrifício que, uma vez aceito, obteria o perdão de Deus. Adorar era pedir perdão. O diálogo, portanto, ficaria assim:

Samaritana: Vejo que você é profeta. Eu sei que tenho de acertar isso com Deus, nossos pais disseram que era aqui que se pedia perdão a Deus, mas vocês dizem que é em Jerusalém que se deve pedir perdão. Onde se pede perdão a Deus?

Jesus: É em Jerusalém que se pede perdão a Deus, porque a salvação vem dos judeus, e nós adoramos o que conhecemos, e vocês adoram o que não conhecem. Mas vem a hora e já chegou, em que os verdadeiros adoradores pedirão perdão ao Pai em todo o momento, em si mesmos, em todo o lugar, e serão perdoados. Porque são estes adoradores que o Pai procura, porque o Pai é Espírito, está em todo o lugar, e importa que aqueles que reconhecem a Sua honra lhe peçam perdão em todo o tempo.

Samaritana: Quer dizer que eu posso pedir perdão em qualquer lugar, a qualquer hora? Mas, e o Templo?

Jesus: O Templo é você.

Samaritana: Então Deus pretende mudar de endereço, e, agora, quer morar nas pessoas?

Jesus: Exatamente, Deus é Espírito e quer morar no espírito das pessoas.

Samaritana: Mas, e o holocausto, o sacrifício?

Jesus: O sacrifício sou eu.

Samaritana: Bem, o que você está dizendo é muito diferente. Eu estou aguardando o Messias, o Salvador, quando ele vier nos explicará todas as coisas.

Jesus: Eu sou o Messias. Eu sabia que você estava me esperando e vim vê-la. Eu marquei esse encontro com você.

Adorar a Deus é pedir perdão. Tudo o que dizemos a Deus é insuficiente para honrá-lo. Mas quando lhe pedimos perdão, o adoramos, porque admitimos que Ele está certo, não nós. E lhe pedimos perdão, não apenas por nossos desvios morais, mas por nosso jeito de ser e de viver.

Os do Antigo Testamento esperavam o fim de semana para prestar culto, para pedir perdão, reconhecendo que Deus estava certo. Honrando-o, portanto. E só podiam fazê-lo no Templo de Jerusalém. Os do Novo Testamento têm Deus morando em si, por isso podem, a qualquer hora, honrá-lo com o seu pedido de perdão. Passam toda a semana em culto, e usam o final de semana para, com os demais Templos de Deus, celebrar a semana de culto. Os do Antigo Testamento partiam de seu pecado para o Templo, onde ofereceriam o sacrifício, que, uma vez aceito, lhes garantiria o perdão. Os do Novo Testamento partem do holocausto aceito previamente e para sempre – o sacrifício de Jesus, o Cordeiro de Deus, para o pedido de perdão, na certeza de que ao confessarem os seus pecados, Deus, fiel ao sacrifício, e reconhecendo que a justiça foi, no sacrifício, satisfeita, perdoará e tornará puro o pecador, como se ele não houvesse pecado (1 Jo 1:9).

O pedido de perdão é precedido por arrependimento. De perdão em perdão, somos transformados em pessoas parecidas com Jesus, porque o Espírito Santo vai nos revelando onde estamos desonrando a Deus e, então, a partir de nosso arrependimento e consequente pedido de perdão, Ele nos transforma à imagem do Senhor (2 Co 3.18).


(Extraído do Blog do Ari - http://www.irmaos.com/ariovaldoramos/artigos?id=2580)

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Ontem na comunidade...




Semana começando...Animadas? Animados? Ontem a comunidade estava quase vazia, calma! Não tão vazia assim...(a foto é só para lembrar que seu lugar esta lá, a sua espera para domingo que vem!) Muitos aproveitaram os feriados e foram dar um passeio. O tempo ajudou e por todo o país, muito sol e calor. Se você não estava por lá, não pode deixar de pedir o CD na livraria e ouvir o recado de Deus que o pastor Rubinho trouxe para nós. Foi um bom tempo! Domingo que vem a Sarah vai estar a nos falar! Uma de nós! Vamos orar por este tempo.
Por falar em orar…Já orou por alguma amiga hoje? Não? Então faça uma pausa e o faça! Vai abençoar você e a ela!
No lado esquerdo do blog mais um capítulo do livro de Rute. Leia, medite e tire algo novo para sua vida. Se quiser falar sobre o texto, o que Deus falou a você, nos escreva. Faça seu comentário vamos partilhar umas com as outras. O blog é para isto. O blog é nosso!

Esperamos e desejamos que sua semana seja abençoada!

terça-feira, 9 de junho de 2009

Dia da Saudade!



Dia 10 de Junho é oficialmente o Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas. A data do falecimento de Luís Vaz de Camões, em 1580, é utilizada para relembrar não só os feitos passados como os milhões de Portugueses que vivem fora do seu país natal.

E como são muitos os que vivem fora de Portugal, fora do seu povo, da sua terra. Uns por opção de conhecer uma nova cultura, descobrir novos horizontes, outros, em busca de uma vida melhor. A crise que vivemos foi um convite, quase intimativo, que juntando-se a liberdade de circulação por esta nova Europa, motivou muitos a viver no estrangeiro.
Portugal, como nos tempos passados, continua a ser um país de emigrantes.(De acordo com o serviço de Emigração mais de 5 milhões de portugueses estão espalhados pelo mundo.)
E hoje 10 de Junho eles se juntam em todos estes lugares e dizem que assim se sentem um pouco mais perto de Portugal e dizem também que esta é uma data onde a saudade bate mais forte. E esta palavrinha, só conhecida em galego-português, descreve bem a mistura dos sentimentos de perda, distância e amor.A palavra vem do latim: solitas;solitatis (solidão). Então em minha visão, minha leitura, hoje 10 de Junho a solidão se junta em multidão para celebrar a saudade!
Hoje me junto a eles como uma imigrante, , me junto a esta multidão de solitários celebrando minha saudade.

Que Deus celebre esta doce saudade por nós, e com seus olhos de amor nos guarde, nos console e cuide de nós até aquele dia, que será perfeito e ali sim, nem no galego-português, a saudade existirá mais.


Bom dia de Portugal! Bom dia de vida!
( Extraído do Blog da bepirola)

domingo, 7 de junho de 2009

Começando a semana em grande!!


Gostas de ler? Gostas de aprender? Gostas de conhecer mais do amor de Deus? Que bom!! Pensando em tudo isto resolvemos abrir um espaço no nosso blog para lermos juntas o livro de Rute.

Escolhemos a bela história de amor, entre Rute e Boaz, para iniciar nossa caminhada pela biblia. Mas,não é um mero idílio de amor, é mais que isto, é a orientação de Deus e Sua providencia na vida de uma família israelita que decidiu viver uma aventura.

Uma família que podia ser a minha, ou a sua.

E quem vai nos fazer caminhar por esta história é a Sarah Catarino. Colocamos a ela o desafio e aí esta, no lado esquerdo do nosso blog começa hoje a história de Rute.

Nos escreva dizendo o que acha desta ideia, e se tens alguma outra que gostava de repartir, este espaço é também seu.

Um bom e abençoado começo de semana para você!

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Dia 07 de Junho, dia para exercer nossa cidadania.


O cristão e as eleições

Por Charles Colson e Anne Morse (Extraído da Revista Cristianismo Hoje, edição de Outubro 2008)

Votar consciente não é apenas nosso dever cívico, mas sagrado.
Tenho me surpreendido com a quantidade de cristãos que desistiram de votar este ano. Alguns dizem: “Eu não gosto de nenhum candidato, portanto vou ficar em casa.”
Também estou cheio das atitudes vãs e das promessas vazias, mas deixar de votar não é uma opção ⎯ é nosso dever tanto cívico quanto sagrado. Votar nos é imperativo como bons cidadãos e como agentes de Deus na indicação de líderes.

Então, como devemos fazer para escolher os melhores candidatos? Não empunhando uma bandeira partidária ⎯ isso é ideologia barata.
Ao contrário, os cristãos vivem pela verdade revelada, jamais cativos a um determinado partido. Portanto, o melhor lugar para buscar sabedoria não é no programa dos candidatos, mas na Bíblia.
O sogro de Moisés, Jetro, o aconselhou a indicar como governantes “homens capazes, tementes a Deus, dignos de confiança e inimigos de ganho desonesto”. O padrão é competência e honestidade.
Mais tarde, Deus ordenou a Samuel para que escolhesse Saul, que “libertará o meu povo das mãos dos filisteus”. Esta passagem nos traz à mente o ensinamento de Paulo em Romanos 13, que diz que o papel do governo é empunhar a espada para preservar a ordem e reprimir o mal. Assim, devemos escolher líderes mais bem capacitados para realizar esse propósito e perseguir a justiça.
Hoje, Deus não escolhe mais nossos líderes diretamente (embora muitos de nós quiséssemos que ele escolhesse, pelo menos nos pouparia das cansativas campanhas políticas). Vivemos em uma democracia, de modo que Deus confiou a nós a tarefa de escolher os líderes que ele irá ungir. (Deuteronômio 1.12-13 nos mostra que os princípios democráticos remontam diretamente ao Antigo Testamento). Como Samuel, devemos escolher líderes dotados de competência, virtudes e caráter. Eis a razão pela qual deixar de votar ou rejeitar candidatos porque eles não são perfeitos à luz de uma avaliação bíblica ou política é uma negligência com respeito ao nosso compromisso.

Tampouco devemos votar em um candidato apenas porque ele se autodenomina cristão ⎯ por mais surpreendente que isso pareça. Em vez de focarmos a denominação dos candidatos, deveríamos procurar identificar o candidato mais capaz. Martin Luther King, em uma frase famosa, disse que preferia ser governado por um turco competente, ou seja, um muçulmano, a ser por um cristão incompetente.
Deveríamos votar pensando no bem comum, termo raramente ouvido nos acalorados debates políticos. Nossos fundadores compreenderam isso muito bem, razão pela qual utilizavam o termo “bem-estar público” ou comunidade. Porém, atualmente, os políticos servem a interesses particulares, como vemos comummente, quando os congressistas desperdiçando milhões de euros em recursos adicionados às emendas do orçamento, favorecendo a empresas ou instituições específicas para a execução de projetos, sendo o dinheiro destinado a tais empresas ou instituições sem concorrência pública, como remuneração aos aliados especiais.
No entanto, ao olharmos para a política da perspectiva de Deus, vemos que ele possui um profundo e permanente interesse em que todas as pessoas sejam tratadas com justiça. Se Deus favorece a algum “grupo especial”, é aquele formado pelos pobres, pelos famintos, pelos portadores de alguma deficiência, pelos não-nascidos, pelos cativos, ou seja, aqueles que têm menos acesso ao poder político.
Eis a razão pela qual nós, cristãos, jamais deveríamos nos permitir ser, como a média nos tem caracterizado com frequência, apenas mais um grupo que luta em defesa de seus próprios interesses. Se fôssemos um grupo partidário, deveríamos estar lutando pela dignidade de todos, em especial daqueles que não podem falar por si mesmos.
Portanto, é possível que algum candidato não vá cortar os impostos ou votar por seu programa favorito, mas a questão real é: ele irá servir a todas as pessoas, ou somente àquelas que gritarem mais alto?
Após considerar esses critérios, se você ainda estiver pensando em ficar em casa no dia das eleições, jogue fora o seu exemplar de Cidade de Deus, obra na qual Agostinho nos apresenta a ideia de que vivemos com um pé na Cidade de Deus e outro na Cidade dos Homens. Ao descrevê-las, ele reitera o ensinamento de Jesus de que embora os cristãos vivam, no presente, na Cidade dos Homens, eles não pertencem a ela. Somos como forasteiros em um país estrangeiro; nosso verdadeiro lar está na Cidade de Deus.
Porém, Agostinho também ensinou que se desejarmos desfrutar das bênçãos da Cidade dos Homens, temos de assumir as obrigações da cidadania. Em vez de cumprir nosso dever cívico por obrigação, o cristão o faz de bom grado, por obediência a Deus e amor ao próximo.
O ensino de Agostinho igualmente nos ajuda a colocar a próxima eleição na perspectiva correta. Alguns se rejubilarão diante do resultado, enquanto outros sentirão o amargor do desapontamento. No entanto, independentemente dos resultados, a Cidade de Deus permanece. Após a queda de Roma, Agostinho escreveu que a Cidade do Homem é construída pelo homem e pode ser destruída pelo próprio homem, mas a Cidade de Deus é edificada por Deus e jamais será destruída.
No dia da eleição, deveríamos ser os melhores cidadãos, votando no candidato que seja o melhor para todas as pessoas.
E, então, no dia seguinte, após exagerar na celebração ou auto comiseração, arregace as mangas e ocupe-se em trabalhar para o avanço do Reino de Deus nessa sociedade terrena.

terça-feira, 2 de junho de 2009

E ontem foi o Dia da Criança!


Dia 01 de Junho, Dia da Criança. Recebemos uma linda mensagem da Cíntia, lá do Alentejo. Com ela comemoramos, mesmo com um dia de atraso, o dia da criança que há em você!


“ Conheci a palavra de Deus quando uma vizinha chamada D.Rute me levou para a igreja, eu tinha 5 anos. Essa senhora é minha mãe na fé.
Hoje, estamos no Alentejo, e todos os domingos me lembro da D.Rute. Hoje, eu e o Júnior temos o privilégio de ensinarmos a palavra de Deus para 4 meninas lindas! Ana Sofia, Ângela, Inês e Raquel, são as nossas princesas... durante a semana passam em nossa casa, quando chegam da escola só para nos dar um beijinho, ou contarem as suas trapalhadas... elas tem enchido a nossa vida de alegria. Hoje tiveram Escola Dominical Reviver, contamos a história do personagem Abrãao, fizeram atividades... e depois dançaram e cantaram a música, o pai Abraão, logo a seguir tiveram a sua primeira aula de música. Estão tão enpolgadas! Nosso coração é grato a Deus por essas crianças que enchem a nossa vida de festa!
Um feliz dia da criança para todos, que não seja apenas nesse dia, mas sim todos os dias de todos os anos!
Beijinhos com sabor de rebuçados!
Cíntia ”



Na foto acima, algumas das nossas crianças!

Passando a Macédonia

MInhas queridas!

Já tinha saudades de estar aqui com vocês! Quase uma semana sem postar nada…e tantos fatos acontecendo ao nosso redor. Ao ligar a TV ontem, para saber das novidades me deparei com a tragédia do voo 447 da Air France que fazia a Rota Rio-Paris. Que triste! Que tragédia! (Esta é a rota que a maioria dos voos que vem para Europa, saindo do Brasil, faz. Já viajei inúmeras vezes por ela) Neste instante lembrei-me de orar pelas famílias que perderam seus entes querido, lembrei-me de louvar a Deus pelo cuidado com minha vida e de minha família. Até aqui o Senhor tem nos preservado. Até aqui Ele tem nos ajudado. Bendito seja O seu nome!






Estive em viagem. Fui acompanhar Sarah em mais uma das lindas aventuras que Deus tem concedido a ela por este mundo. Foi um tempo precioso, não só para minha vida, mas para a vida de mais de 200 mulheres, de várias nações que estavam ali, em Tours, França. Mulheres querendo mais e mais de Deus. Fomos recebidas com muito carinho e em cada instante era visível o cuidado de Deus por nós. Pedi a Sarah que escrevesse algumas palavras para você o que foi para ela mais esta viagem, mais esta missão.

Aí esta:

Aquela passagem da vida de Paulo, quando ele tem de noite uma visão em que um homem lhe diz, Passa à Macedónia e ajuda-nos, tem servido de orientação para a minha vida tantas vezes e esta, foi mais uma delas.
Recebo um convite de França, para ministrar numa Conferência de mulheres da região de Tours. Não conheço quem me convida, não sei onde fica o lugar, não sei quem me espera do outro lado, mas vou. Alguém precisa de mim. Deus tem estado em todos os chamados das minhas “Macedónias” e não têm sido poucos...
A experiência foi diferente desta vez, porque não fui sozinha. Uma amiga prontificou-se em me acompanhar e servir de suporte para uma luta que eu não sabia iria ser tão grande...Mas a vitória foi maior, porque Jesus mais uma vez venceu o que tinha que ser vencido.
Lugar bonito, rodeado de castelos, de rios, de verdura e de aromas doces, mas lugar de trevas espirituais e ferrolhos de bronze na alma das mulheres. Oro para que os castelos, ameias e portas de ferro, sejam apenas sombras de algo que foi curado em suas vidas e do mofo daquilo que é passado, corram para a luz e para a liberdade do Filho de Deus.
Sarah Catarino


Obrigada a cada uma de vocês que oram por estas viagens, afinal vocês estão sempre juntas, nos enviando a levar a boa palavra adiante, e a tocar nações antes nunca imaginadas por nós.

Obrigada e vamos continuar juntas!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Diferença!

O que a gente faz fala muito mais do que só falar

O Jornal Nacional, (Rede Globo do Brasil, maior emissora de fala portuguesa) desde ontem, terça-feira, exibe uma série de reportagens sobre obras sociais de algumas das dezenas de igrejas evangélicas presentes no Brasil.

“Quando você pode ensinar uma criancinha que está ao seu lado, quando você pode curar a ferida de alguém está sofrendo no hospital. Todos esses gestos não são simplesmente de um profissional que está fazendo, mas alguém que tem o ideal de servir e que gostaria, através daquele gesto, alcançar a grandeza e o amor de Deus no seu coração”, afirma Benjamim Bernardes, reverendo da Igreja Presbiteriana.

“Eu gostei da parte onde diz que Deus não quer que nenhum dos pequeninos se perca. Assim como ele amou a ovelha perdida, ele ama a todos igualmente. A missão trouxe uma nova realidade para uma comunidade indígena, uma outra vida”, revela o índio caiuá Natanael Cárceres.

“Todos nós podemos fazer algo, por mais simples que seja, desde que haja no nosso coração o desejo sincero de poder servir ao próximo”, conclui Benjamim Bernardes.

Veja a matéria na íntegra no lado esquerdo do blog. Vale a pena!

O mal do século


Segundo estatísticas recentes, mais de 400 milhões de pessoas no mundo sofrem de depressão. Apesar desse número assustador, poucos sabem como agir quando atravessa uma crise depressiva.

Neste livro, Judith Kemp compartilha as experiências de um longo período de depressão e revela como a graça de Deus a sustentou. É o relato pungente de alguém que caminhou pelas crises de solidão, dor, sofrimento, culpa, automenosprezo, rejeição e desesperança, mas obteve vitória definitiva em Cristo Jesus.
É também um relato do Pai e de seu desenrolar em determinado período da vida. É a constatação e a certeza de seu amor incondicional, quaisquer que sejam as circunstâncias.]

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), nos próximos vinte anos a depressão deverá tornar-se o segundo principal problema na área médica. O mal do século tem cura, e ela está disponível a todos.

A autora

Judith Kemp é missionária no Brasil e esposa do conhecido pastor Jaime Kemp, um dos fundadores do grupo Vencedores por Cristo e presidente do minitério Lar Cristão. A autora é também articulista na área de família e relacionamentos

Se quer uma boa leitura fica aí a nossa dica. Passe pela livraria da Igreja e adquira o seu.

Ah! Diga que viu a dica aqui no Blog e receba um desconto especial!

Aqui também se fica mais bonita!!!!


No sábado passado nos reunimos para aprender a ficar um “pouquinho” mais bonitas!!

Tivemos três lindas modelos, como podem ver nas fotos…

A Vania nos encantou com sua maneira deliciosa de ensinar.

Foi uma tarde cheia de brindes, sorteios e muita comunhão.

Ali descobrimos, re- descobrimos que queremos ser bonitas sim, mas ali também, aprendemos que a beleza maior que possuímos é a da nossa alma,pois sabemos que a alegria do nosso coração é que nos faz belas!!


Foi uma tarde suave, leve, onde, simplesmente estivemos juntas, partilhando vida.

Obrigada a todas que ali estiveram!!

domingo, 24 de maio de 2009

Faça o teste!!


Qual é o sexo do seu cérebro?
Sabiam que o cérebro humano pode ser feminino ou masculino independentemente do sexo biológico de uma pessoa? A Revista Època, edição brasileira, publicou na semana passada um teste. Acesse o link abaixo e faço o seu e descubra se o seu cérebro tem o mesmo sexo que seu corpo.

Copie o link:

http://snurl.com/iah41

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Pra rir um pouco!!

Não existem mulheres feias ...


... existem mulheres pobres!

Fonte : Pavarini


(Clique na foto para para ampliar)

terça-feira, 19 de maio de 2009

A graça do Pai basta-te? Reflita com esta canção...


Minhas queridas, desculpem-me! E para que isto aconteça, esta linda flor é para você!

Desde ontem tentei colocar um testemunho do Jeremy Camp - Take You Back, mas não consegui baixa-lo aqui...Mas vale a pena que você veja.

Vá ao lado esquerdo do blog e clic em " Vale a pena ver". Esta lá!! Veja que vale a pena fazer esta declaração ao nosso Pai!!

Espero que gostem!

Beleza... só Exterior?


Nosso encontro de sábado esta chegando…isto mesmo! Dia 23 de Maio, as 16hs no Espaço Reviver estaremos juntas mais uma vez. Desta vez com tema Beleza Exterior. Teremos a presença de Vania Rodrigues, esteticista, que vai nos falar sobre os cuidados que devemos ter com a nossa pele. Estivemos reunidas com ela para preparar tudo para vocês.

Se eu fosse você eu não perderia…até brindes preparamos!

Venha e traga uma amiga!

Nos vemos por lá!

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Estamos em festa!!



Sabemos que hoje a festa é nossa!
Estamos gratas a Deus por fazer parte de mais um ano da nossa Comunidade.

Hoje nossa gratidão é por vocês, nossos pastores, que tem nos guiado, nos capacitado, nos motivado a sempre querer mais!

Obrigada por tanto amor!
Obrigada por nos guiar por pastos sempre verdejantes!!

Que a graça do Pai seja renovada em suas vidas!
Sempre!

Parabéns de todas nós da Rede de Mulheres!

terça-feira, 12 de maio de 2009

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Era uma vez...





"Era uma vez... e viveram felizes para sempre,"


Quantos de nós já não não ouvimos estas lindas palavras?? Pois é, mas ultimamente parece que só mesmo em "historinhas", ou será que não? Ou será que ainda podemos crer que vale a pena estar juntos para sempre, ou se preferir, até que a morte nos separe??? É verdade...parece mesmo um conto de fadas. Mas este que vou relatar é real. Com tudo a que tem direito.

Desde que parei e comecei a ver as fotos do " casamento de sonho" da Cintia e do Júnior, que aconteceu no último retiro de casais da nossa Comunidade Reviver*, alguns pensamentos vieram povoar a minha mente...Lembrei-me do poeta João Guimarães Rosa que num dos seus poemas disse:


"O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."


A nossa vida é assim, cheia de alegrias, tristezas, abraços, brigas, encontros, desencontros, sempre querendo encontrar um culpado: a culpa é sua, ou pode ser minha.

Hoje amo-te, amanhá já nem sei...
Acordei apaixonada, fui dormir enfurecida...
Queria dar-te a vida, agora apetece-me matar-te,
mas mesmo assim quero continuar a caminhar contigo.


A diferença desta história dos contos de fadas é que, em casos assim, da vida que é real, o "continuar" é possível porque:

Há um compromisso elaborado na presença de Deus.

Há um princípio que eles não ousaram quebrar.

Houve um sonho que eles ousam continuar.

Há um amor que só Deus pode perpetuar...

E lógico, muita coragem, e esta é Deus que nos dá.

Basta pedir.

Assim é possível continuar a caminhar juntos, seja no casamento, com os nossos filhos, com o nosso chefe, com a sogra...

Sabe porquê?
Porque decidimos amar.

Sabe como?
Amando e buscando a Deus acima de todas as coisas e deixando que Ele domine as ausências que existem em nós.


Renove o seu compromisso hoje! Seja corajosa! Sonhe!

Nota:

* A Cintia casou-se com o Júnior há cinco anos no registo civil e ela tinha um sonho… “casar-se de noiva” com direito a tudo! O que aconteceu no último retiro de casais da nossa Comunidade Reviver , (Dizem que quem não foi, perdeu. Aproveito aqui para dar os devidos méritos do encontro aos nossos mentores do grupo de casais, parabéns pelo evento!)

Ah! Cintia obrigada pela inspiração que tens sido para as mulheres da Rede!!!





segunda-feira, 4 de maio de 2009

Palavra de quem leu " A Cabana"


Dando uma volta por alguns blogues li dois comentários sobre o livro "A Cabana" de William P. Young


Reparto aqui com vocês...


Sarah Catarino, escreveu o seguinte em seu blogue dia 23 de Maio de 2008:


"...Durante os dias em que li este livro, foi como se o mundo à minha volta tivesse voltado ao seu estado original de beleza, pureza, incontaminação. Para aqueles que podem ler em inglês, recomendo vivamente que o façam. A vossa vida não será a mesma depois desta leitura e além disso, muitas palavras que são parte do nosso DNA espiritual, tornar-se-ão mais nítidas, terão um sentido novo, mais claro e mais profundo.
Nos intervalos da leitura fascinante deste "romance" com Deus e sobre Deus, vinha à minha mente as palavras de S.Paulo, dirigidas aos crentes de Éfeso: "Para que Cristo habite cada vez mais nos vossos corações e então, bem estabelecidos, bem enraizados no terreno do amor de Deus, poderão em comunhão com todos os outros crentes, compreender com clareza tudo o que representa o amor de Cristo para convosco, e toda a sua dimensão: a sua extensão, profundidade, vastidão, enfim, a sua altura celestial.Que possam experimentar esse amor, ainda que ele ultrapasse toda a compreensão e assim ficarão cheios de toda a plenitude e Deus" .(Ef 3:17-19-O Livro)
Acho que Young fez uma "viagem" dentro do amor de Deus e apreendeu um pouco a medida desse amor, que a maioria de nós ainda não entendeu."



Ariovaldo Ramos, filósofo e teólogo, disse o seguinte em um debate realizado em São Paulo no último dia 27 de Abril, ao ser questionado sobre o livro:


..." não quero analisar o livro como obra literária, mas sim como um livro que apresenta uma visão sobre Deus e o sofrimento, pois quando Deus é questionado em relação ao que faria a respeito do sofrimento humano, a resposta é que Deus já fez através de Cristo na cruz."


Ariovaldo ainda explica que ..." por ser de origem anglo-saxão, o autor é influenciado a terminar o livro com um final feliz." E afirmou que: "... gostei da interpretação dada pelo autor em relação à trindade, pois ali esta o conceito de paternidade, maternidade e filiação."


A dica de leitura continua. Se já leu nos escreva e diga o que achou.

Não leu ainda? Passe em nossa livraria e compre o seu. O livro já esta em português Ou então entre em nossa fila de espera...tem um livro circulando.

Uma boa e abençoada semana para você!

domingo, 3 de maio de 2009

Feliz dia da Mãe!!

video

Um video dedicado para as mamães!!

quarta-feira, 29 de abril de 2009

Para pensar!





"Quem sou eu? Este ou o outro?



Sou uma pessoa hoje e outra amanhã?

Sou as duas ao mesmo tempo,

hipócrita diante dos demais

E, diante de mim mesmo, um fracote desprezível e miserável?

Ou ainda existe algo dentro de mim, como um exercíto derrotado,

fugindo desordenado da vitória já alcançada?





Quem sou eu?



Minhas perguntas solitárias zombam de mim.



Seja quem eu for, tú o sabes, ó Deus, que sou teu!!"

Dietrich Bonhoeffer

sábado, 25 de abril de 2009

Liberdade!




Um pouco da nossa história…

Há 35 anos passados no dia 25 de Abril, Portugal começava a ser um país livre. Creio que, a maioria de nós é parte desta primeira geração pós ditadura. Algumas até podem se lembrar, outras ouviram o que aconteceu...


No dia
24 de Abril de 1974, um grupo de militares comandados por Otelo Saraiva de Carvalho instalou secretamente o posto de comando do movimento golpista no quartel da Pontinha, em Lisboa.
Às 22h 55m é transmitida a canção ”
E depois do Adeus”, de Paulo de Carvalho, pelos Emissores Associados de Lisboa, emitida por Luís Filipe Costa. Este foi um dos sinais previamente combinados pelos golpistas e que desencadeou a tomada de posições da primeira fase do golpe de estado.
O segundo sinal foi dado às 0h20m do dia 25 de Abril, quando foi transmitida a canção ”
Grândola Vila Morena“, de José Afonso, pelo programa Limite, da Rádio Renascença , que confirmava o golpe e marcava o início das operações.

Eu poderia continuar aqui a descrever todos os passos que foram dados, sobre as várias versões, mas vou saltar directamente e descrever um instante, que considero mágico, lindo e terno em que uma mulher,( só podia ser mulher!) com sua atitude fez com que uma revolução fosse lembrada como a “Revolução dos Cravos”.


“Com o amanhecer as pessoas começaram a juntar-se nas ruas, solidários com os soldados revoltosos; alguém, uma florista contratada para levar cravos para a abertura de um hotel, foi vista por um soldado que pôs um cravo na espingarda, e em seguida todos o fizeram, começou a distribuir cravos vermelhos para os soldados, que depressa os colocaram nos canos das espingardas.”


Bem, o que sabemos é que o
25 de abril de 1974 continua a dividir a sociedade portuguesa, sobretudo nos estratos mais velhos da população que viveram os acontecimentos, nas facções extremas do espectro político e nas pessoas politicamente mais empenhadas.


Quero aqui parabenizar, saudar a todas nós portuguesas ( me considero uma…posso?) que temos a benção de hoje viver em liberdade, e para algumas, liberdade dupla, pois hoje podemos livremente proclamar nossa fé, falar do que , e em que cremos, e livremente agradecer a Deus por vivermos em um país onde, pode ainda náo ser o ideal para muitos ,mas um país livre onde o nome de Deus é proclamado.


Hoje agradeça a Deus por viver cá. Ore por aqueles que nos governam e celebrem com muita alegria a liberdade!!


Provérvios 15:1 diz: “ A palavra Branda desvia o furor, mas a palavra dura suscita a ira”
Foi o que aquela florista, na sua simplicidade fez naquele 25 de Abril…e você? Vai decidir por qual palavra?



Decida pela liberdade!



Ah! Só para lembrar…amanhã é dia de batismo na nossa comunidade Reviver…
Nos vemos por lá!